O Algarve também é Branco 

 O ALGARVE TAMBÉM É BRANCO

maio 2021

" Nesta breve mostra de imagens pretende-se transmitir um pouco dessa riqueza [cromática] ainda tangível, cuja existência contraria uma visão, se já não predominante nos discursos apresentados, ainda vigente na maioria dos pessoais discursos da maior parte dos indivíduos."


Uma exposição fotográfica de Filipe da Palma
   
Astrofotografia

 ASTROFOTOGRAFIA

janeiro 2019

A exposição é composta por 40 fotografias premiadas na competição internacional promovida pelo Royal Observatory Greenwich, do Reino Unido, e uma seleção especial adicional das mais de 4500 fotografias submetidas a concurso em 2016.


Asrtofotografia resulta de uma parceria com o Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra.

   
Aos Olhos do CCMAR

 AOS OLHOS DO CCMAR

janeiro 2018

 
Esta exposição resulta da seleção de algumas fotografias da 2ª edição do concurso de fotografia e vídeo dirigido aos membros do Centro de Ciências do Mar (CCMAR), que teve como objetivo o registo de imagens relacionadas com as atividades científicas desenvolvidas pelos participantes.

O resultado é um portefólio rico que abrange as diversas áreas e diferentes momentos de investigação que decorre no CCMAR.
 
   
Morcegos

 MORCEGOS ÀS CLARAS

agosto 2017

Em todo o mundo existem cerca de 1200 espécies de morcegos, sendo que, em Portugal, há 27 espécies, que representam 40% dos mamíferos do nosso país. Nove dessas espécies estão ameaçadas.


Um dos principais objetivos da exposição, também passa por alertar para a necessidade de mudança de atitudes e comportamentos negativos associados a estes mamíferos voadores.


Produzida pelo Centro Ciência Viva do Alviela, esta exposição foi desenvolvida no âmbito do projeto Quiroptário Fora de Portas e tem como parceiros a Câmara Municipal de Alcanena, a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo e a Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica.

   
Portugal Selvagem

 PORTUGAL SELVAGEM

abril 2017

À medida que revelava ao mundo as suas ilustrações, o autor apercebeu-se de que existia um grande desconhecimento acerca da fauna portuguesa. Assim, decidiu representar algumas espécies que se pode observar no nosso país de modo a aproximar-nos do mundo selvagem e a lutar pela sua conservação.


A exposição conta com 19 réplicas de ilustrações científicas de João Simões, a partir dos originais feitos em scratchboard preto/branco, com tinta-da-china e utilização de aerógrafo.

   
Visões

 VISÕES

setembro 2016

Exposição da responsabilidade técnica e científica do Centro Cirúrgico de Coimbra.


A mostra reúne um leque de  fotografias reais, captadas no interior do olho humano, acabando por se relevar um instrumento de comunicação inovador entre Ciência e Arte


São histórias de sucesso da medicina e da Oftalmologia portuguesa, mas não só, porque a física, a matemática, a arquitetura, a engenharia de estruturas, ou simplesmente, a estética estão presentes e existem, obrigatoriamente, dentro de cada olho humano.

   
As Plantas na 1a Globalização

 AS PLANTAS NA 1ª GLOBALIZAÇÃO

fevereiro 2015

 

Esta exposição, produzida pelo Instituto de Investigação Científica Tropical, é baseada no livro A Aventura das Plantas e os Descobrimentos Portugueses, da autoria do Professor José Mendes Ferrão.


A troca de plantas entre continentes no período da expansão maritima é o foco principal. Alimentos como a mandioca, o milho, a malagueta, hoje tão comuns nas várias gastronomias, são alguns exemplos da importância desta globalização na introdução destas e de outras plantas nos vários continentes.

   
Fundos Marinhos

 EXPOLRANDO OS FUNDOS MARINHOS

outubro 2014

A exposição, pretende mostrar a cartografia dos habitats e da biodiversidade marinha da Costa Atlântica Europeia. Mapas dos fundos marinhos de Brest a Cádis e de Galway a Ponta Delgada, revelam o resultado de um projeto desenvolvido ao longo de três anos, por um conjunto de 14 entidades parceiras, com destaque para o Grupo de Investigação Pesqueira do Centro de Ciências do Mar (CCMAR) da Universidade do Algarve, como promotores da exposição itinerante. 


"Explorando os Fundos Marinhos da Europa", é uma exposição produzida no âmbito do projeto europeu MeshAtlantic.

   
   

Localização

R. Dr. Faria e Silva n.º34 _ 8600-734 Lagos

Horários

Ter-Dom

10:00 - 18:00
Segunda-feira Fechado

Encerrado nos dias 24, 25 e 31 de Dezembro, e 1 de Janeiro.

Social